Frase do Dia!!

Toda iniciativa de boa fé, de mãos limpas, de peito aberto, deveria ser muito prestigiada. A vida é tão melhor coletivamente!

___________________Cláudia Dornelles


quinta-feira, 29 de setembro de 2011




Estou tão cansada
Tenho medo de desistir
Medo de perder o leme do navio da vida
E ficar à deriva.
Sem rumo, sem prumo.
Uma hora meu coração palpita, outra não.
Sinto a minha pulsação
Estou viva
Permaneço acordada.
Não permito que a doença me atormente,
Percebo que não posso viver
Sem palavras
Elas têm eco
Para que todos ouçam
O quanto tem valor
A vida de uma pessoa.
Este é o meu grito de amor
A vida.

Extraído do livro Vidas escondidas,
 por Tereza Cristina

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Soluços


O meu céu não anda cor-de-rosa.
Nem estrelas existem nele mais.
Tem neblina encobrindo a madrugada
tem insônia me tirando a paz.
No meu relógio, as horas já não passam
e de cada minuto passado sou refém
o meu canto está vazio e apagado
no meu peito a saudade vaivém.
A tristeza e o tédio se misturam
as lembranças têm cheiro de menta e muita dor
os soluços da alma fazem de mim um fervedouro
o chão abriu-se e engoliu meus pés
as lágrimas ficaram mais salgadas
e, inesperadamente, surfam em meu convés.
Dentro dos nós presos na garganta,
o coração palpita com a força de um furacão
e a dor urra em decibéis de um trovão
é o preço a se pagar por um amor ido e não tem remédio.
É a vida acontecendo sem que entendamos a sua razão.



Rosa Berg

sábado, 24 de setembro de 2011

A vida é como é: tudo acontece a seu tempo

Para os dias tristes guardo todas as minhas lágrimas. Para os outros dias meus sorrisos estão guardados. Ansiosamente, espero que cheguem logo os dias felizes, pois há muito tempo guardo risos: tenho um enorme estoque – para muitos dias, meses, anos – para o resto da minha história nesse mundo.
Há muito tempo, os dias todos tem sido de lágrimas os dias de sorrisos só esperam, se acumulam. Na escuridão tenebrosa da tempestade que varreu a minha vida, não vejo ainda ao longe a felicidade. E nem há como ver, pois a água que cai turva a visão. Espero que bons ventos soprem suavemente para longe essas nuvens escuras do meu caminho.
Sei que sem as chuvas os campos não florescem, que as árvores não frutificam, são as leis da natureza. Sem as ventanias as árvores frondosas não ganham força para seguirem fixas à terra. Sem as lágrimas não nos tornamos fortes suficientes pra resistir aos eventos da vida. Sem dor não aprendemos a dar valor aos momentos de alegria.
Mas seria bom que as chuvas viessem calmas, para que fosse possível deliciar-se com o cheiro da terra molhada e soltar na enxurrada barquinhos de papel. Pois as tormentas são destrutivas demais. Devastam tudo, e do que um dia foi campo coberto de flores resta apenas lamaçal. E tudo se transforma em nada, puro caos. O bom, dizem, que é do caos que nascem as estrelas.
A vida sendo como é tem seus motivos para as tempestades que rondam meus dias, mas que venha a primavera e transforme tudo em formas belas. Se o tempo tem seus ciclos, as quatro estações, a vida tem seus tempos, ora lágrimas, dor, ora risos, alegrias. É preciso saber extrair de ambos o melhor, como o camponês que sabe exatamente quando plantar, quando colher e quando recolher as ferramentas.
Se tudo tem seu tempo: espero que mudem as estações para voltar à felicidade. Mas agora, ainda não a vejo, nem consigo senti-la se aproximando. Mas preciso seguir, somente com a esperança que em uma curva do caminho eu a encontre e a partir dali os dias úmidos das lágrimas caídas fiquem para trás.
 Divania Rodrigues

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Eu sei que é "Primavera"

      “Bem sei que é uma vaidade dizer em plena primavera que eu sei o que é primavera. Às vezes, porém sou tão humilde que os outros me chamam a atenção. É uma humildade feita de gratidão talvez excessiva, é feita de um eu de criança, de susto também de criança... Mas, desta vez, quando percebi que estava humilde demais com a alegria que me era dada pela vinda da primavera chuvosa, dessa vez apossei-me do que é meu e dos outros.
         Sei o que é primavera porque sinto um perfume de pólen no ar, que talvez seja o meu próprio pólen, sinto estremecimentos à toa quando um passarinho canta, e sinto que sem saber eu estou reformulando a vida. Porque estou viva. A primavera torturante, límpida e mortal que o diga, ela que me encontra cada ano tão pronta para recebê-la. Bem sei que é uma perturbação de sentidos. Mas, por que não ficar tonta? Aceito esta minha cabeça à chuva tremeluzente da primavera, aceito que eu existo aceito que os outros existam porque é direito deles e porque sem eles eu morreria. 
       Sinto que viver é inevitável. Posso na primavera ficar horas sentada fumando, apenas sendo. Ser às vezes sangra. Mas não há como não sangrar, pois é no sangue que sinto a primavera. Dói. A primavera me dá coisas. Dá do que viver. E sinto que um dia na primavera é que vou morrer. De amor pungente e coração enfraquecido.”

Clarice Lispector*
In: ”A descoberta do mundo”

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Tudo quanto penso



Tudo quanto penso,
Tudo quanto sou
É um deserto imenso
Onde nem eu estou.

Extensão parada
Sem nada a estar ali,
Areia peneirada
Vou dar-lhe a ferroada
Da vida que vivi.


Fernando Pessoa

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Traduzir-se




Uma parte de mim é todo o mundo:
outra parte é ninguém:
fundo sem fundo.
Uma parte de mim é multidão:
outra parte estranheza e solidão.
Uma parte de mim pesa, pondera:
outra parte delira.
Uma parte de mim almoça e janta:
outra parte se espanta.
Uma parte de mim é permanente:
outra parte se sabe de repente.
Uma parte de mim é só vertigem:
outra parte, linguagem.
traduzir uma parte noutra parte -
que é uma questão de vida ou morte -
será arte?


Ferreira gullar

terça-feira, 20 de setembro de 2011


"Somente os apaixonados sabem viver.
A paixão nos transforma em guerreiros.
Quando temos batalhas a travar descobrimos o sentido da vida.
A depressão vem quando as batalhas se vão."
Rubens Alves

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Entre a poesia e a primavera




O meu coração nasceu nu,
logo em fraldas embalado.
Só mais tarde usou
poemas em vez de roupas.
Tal como a camisa que punha
levava sobre o corpo
a poesia que lera.


Vivi meio século assim
até que, sem uma palavra, nos encontramos.


A minha camisa nas costas da cadeira
diz-me que hoje percebi
quantos anos
a decorar poemas
esperei por ti.


John Berger

domingo, 18 de setembro de 2011


(...) nada como um vôo de borboleta para transformar qualquer dia em domingo, mesmo que esse dia seja mesmo domingo
e mesmo que essas borboletas sejam pintadas com as cores do sol
e das flores de jacatirão, dentro dos olhos de um poeta triste.


Luiz Carlos Amorim

Meu Reino




Atrás da porta
Guardo os meus sapatos
Na gaveta do armário
Coloco minhas roupas
Na estante da sala
Vejo muitos livros
E a geladeira conserva o sabor das
refeições
Minha casa é meu reino
Mas eu preciso de outros sapatos
De outras roupas, outros temperos
Para formar minhas ideias e meus sentimentos
Eu sou a soma de tudo que vejo
E minha casa é um espelho
Onde a noite eu me deito e sonho com as coisas mais loucas
Sem saber porque...


Composição: Alvaro, Bruno, Miguel, Sheik, Coelho
Interpretação: Biquini Cavadão

sábado, 17 de setembro de 2011



"E você, meu amigo galvanizado,você quer um coração? 
Você não sabe o quão sortudo és por não ter um.
Corações nunca serão práticos enquanto não forem feitos para não se partirem..."


Lyman Frank Baum
In: O Mágico de Oz

"Há momentos em que tudo o que a gente precisa é dar colo para o próprio coração."


Ana Jácomo

sexta-feira, 16 de setembro de 2011


"Desejo que o seu melhor sorriso, esse aí tão lindo, aconteça incontáveis vezes pelo caminho. Que cada um deles crie mais espaço em você. Que cada um deles cure um pouco mais o que ainda lhe dói. Que cada um deles cante uma luz que, mesmo que ninguém perceba, amacie um bocadinho as durezas do mundo."


Ana Jácomo

quinta-feira, 15 de setembro de 2011



(...) "Como menina-teimosa que sou,
ainda insisto em desentortar os caminhos.
Em construir castelos sem pensar nos ventos. Em buscar verdades enquanto elas tentam fugir de mim. A manter meu buquê de sorrisos no rosto, sem perder a vontade de antes."


Caio Fernando Abreu

quarta-feira, 14 de setembro de 2011


"Tenho sempre um pouco de amor guardado no bolso. Na dúvida, espalho amor...posso não recebê-lo em troca, mas tenho a certeza de que um pouco dele ficará por onde eu for."

Ana Azevêdo

terça-feira, 13 de setembro de 2011


Digo: "o real não está na saída nem na chegada :
ele se dispõe para a gente é no meio da travessia"
 

João Guimarães Rosa 

"Que a cada manhã a sua coragem acorde bem juntinho de você, sorria para você, e o convide para viverem uma história toda nova, apesar do cenário aparentemente costumeiro.
Que tenha saúde no corpo, saúde na alma, saúde à beça."


Ana Jácomo

segunda-feira, 12 de setembro de 2011



"Quando a gente gosta, a gente começa emprestando um livro, depois um casaco, um guarda-chuva, até que somos mais emprestados do que devolvidos. (...)
Gostar é não devolver, é se endividar de lembranças".



Fabrício Carpinejar

domingo, 11 de setembro de 2011

Velhos Outonos



"Se quiser fazer algo por mim, faça um verso sereno
e que ele me leve não somente até o céu, mas perto das estrelas”.


 
Rosa de Saron

ƸӜƷ

sábado, 10 de setembro de 2011



☆•.¸☆¸.•*¨Doce e Inspirador seja o Final de Semana de vocês! ☆•.¸☆¸.•*¨
★.*♡Beijos*♡.★


Eu preciso de alguém para refletir comigo se estou caduco, louco, ou se o mundo está ficando esquisito.




Chico Buarque

"Abdômen bem resolvido?
Peitoral bem resolvido?
Pernas bem resolvidas?
Prefiro algum homem que tenha o coração bem resolvido."


Tati Bernardi

sexta-feira, 9 de setembro de 2011


"A vida fica muito mais fácil se a gente sabe onde estão os beijos de que precisamos."

Mário Quintana


"Cada um de nós vê o mundo com os olhos que tem,
e os olhos vêem o que querem,
os olhos fazem a diversidade do mundo
e fabricam as maravilhas,
ainda que sejam de pedra, e altas proas... "

 José Saramago

quinta-feira, 8 de setembro de 2011



"Eu sou é eu mesmo, divêrjo de todo mundo.
Eu quase que não sei de nada, mas desconfio de muita coisa."



João Guimarães Rosa

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Tem um aviso na porta do meu coração:




"Quem não dança conforme o ritmo da casa, não perca tempo tocando a campainha. "



Maria Bethânia

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Quero uma primeira vez outra vez




[...] Quero uma primeira vez outra vez. Um primeiro beijo em alguém que ainda não conheço, uma primeira caminhada por uma nova cidade, uma primeira estréia em algo que nunca fiz, quero seguir desfazendo as virgindades que ainda carrego, quero ter sensações inéditas até o fim dos meus dias...


Martha Medeiros

domingo, 4 de setembro de 2011

A sensação de amar




“Estou tão assustada que só poderei aceitar que me perdi
Se imaginar que alguém me está dando a mão.
"Dar a mão a alguém sempre foi o que esperei da alegria"
(Clarice Lispector)

Sempre pensei que o amor fosse o seguinte:
estar à beira de um penhasco, e saltar de repente, sem medo...
E cair, e cair...
Infinitamente e com toda adrenalina e energia que isso dá.
Mas não cair sozinha...
É de repente olhar ao lado e ver quem se ama, ali, perto de você,
e descobrir que ele quis sentir isso junto,
e mergulhou com você e quis sentir esse mesmo êxtase frenético...
E aí no momento em que se dão as mãos eles começam a deixar de cair e começam a voar...
A sonhar e voar numa delícia de prazer e aventura...
Porque, como dizem, somos anjos de uma só asa,
e somente conseguimos voar se abraçados.
Abraçados com a nossa metade certa, que voa no mesmo ritmo, pois os batimentos dos corações são complementares...

Divania Rodrigues

sábado, 3 de setembro de 2011


"Hoje, temos a impressão de que tudo começou ontem.
 Não somos os mesmos, mas somos mais juntos.
Sabemos mais uns dos outros.
 E é por esse motivo que dizer adeus se torna tão complicado.
Digamos, então, que nada se perderá.
Pelo menos, dentro da gente..."


João Guimarães Rosa

sexta-feira, 2 de setembro de 2011



Você pode sonhar, criar, desenhar e construir o lugar mais maravilhoso do mundo... Mas é necessário ter pessoas para transformar seu sonho em realidade...“


Walt Disney

quinta-feira, 1 de setembro de 2011



"E", "SE", São duas palavras tão inofensivas quanto as palavras podem ser, mas coloque-as juntas lado-a-lado e elas tem o poder de assombrá-las pelo resto da sua vida. E se? E se? E se?... Você só precisa ter coragem de seguir seu coração. Não sei como é o amor como o de Julieta, um amor pelo qual deixar entes queridos, um amor pelo qual cruzar oceanos, mas quero acreditar que, se um dia eu sentisse esse amor, teria a coragem de agarrá-lo..."


Do filme: Cartas para Julieta