Frase do Dia!!

Toda iniciativa de boa fé, de mãos limpas, de peito aberto, deveria ser muito prestigiada. A vida é tão melhor coletivamente!

___________________Cláudia Dornelles


segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011


 


Estou diariamente a te esperar.
Como quem espera um astro pelo crepúsculo.
Defino-te em mistérios.
Contemplo-te na lembrança.
Desenho o teu semblante nas estrelas.
Desejo-te.
Componho a tua boca sem palavras.
Etruturo este segredo em que me prendo... 
Fui seus devaneios, suas alucinações.
Sou o seu destino, e sua solução.

                                                                                                                                            
K. M.

domingo, 27 de fevereiro de 2011

A Carta



Escrevo-te
Estas mal traçadas linhas
Meu amor!
Porque veio a saudade
Visitar meu coração
Espero que desculpes
Os meus erros por favor
Nas frases desta carta
Que é uma prova de afeição...

Talvez tu não a leias
Mas quem sabe até darás
Resposta imediata
Me chamando de "Meu Bem"
Porém o que me importa
É confessar-te uma vez mais
Não sei amar na vida
Mais ninguém...


Tanto tempo faz
Que li no teu olhar
A vida cor-de-rosa
Que eu sonhava
E guardo a impressão
De que já vi passar
Um ano sem te ver
Um ano sem te amar...


Ao me apaixonar
Por ti não reparei
Que tu tivestes
Só entusiasmo
E para terminar
Amor assinarei
Do sempre, sempre teu...


Tanto tempo faz
Que li no teu olhar
A vida cor-de-rosa
Que eu sonhava
E guardo a impressão
De que já vi passar
Um ano sem te ver
Um ano sem te amar...


Ao me apaixonar
Por ti não reparei
Que tu tivestes
Só entusiasmo
E para terminar
Amor assinarei
Do sempre, sempre teu...


Escrevo-te
Estas mal traçadas linhas
Porque veio saudade
Visitar meu coração...(2x)



Escrevo-te
Estas mal traçadas linhas
Espero que desculpe
Os meu erros, por favor
Oh! Oh!
Meu amor, meu amor!
Oh! Oh! Oh! Oh!


Erasmo Carlos & Renato Russo
Composição: Benil Santos e Raul Sampaio

 

sábado, 26 de fevereiro de 2011


“Nosso grande medo não é o de que sejamos incapazes.
  Nosso maior medo é que sejamos poderosos além da medida.
 É nossa luz, não nossa escuridão, que mais nos amedronta.
 Nos perguntamos: “Quem sou eu para ser brilhante, atraente, talentoso e incrível”? 
 Na verdade, quem é você para não ser tudo isso? 
Bancar o pequeno não ajuda o mundo.
Não há nada de brilhante em encolher-se para que as outras pessoas não se sintam inseguras em torno de você.
E à medida que deixamos nossa própria luz brilhar, inconscientemente damos às outras pessoas permissão para fazer o mesmo”.



(Discurso de posse, em 1994) Nelson Mandela

Significado dos sentimentos


  


"Não entendo, apenas sinto. Tenho medo de um dia entender e deixar de sentir."

                                                   Clarice Lispector

Contigo Aprendi



Contigo aprendi
Que existem novas
E melhores emoções

Contigo aprendi
A conhecer um mundo
Novo de ilusões

Aprendi que a semana
Já tem mais de sete dias
Fazer maiores
Minhas poucas alegrias
E a ser alegre
Eu contigo aprendi

Contigo aprendi
Que existe luz
Na noite mais escura

Contigo aprendi
Que em tudo existe
Um pouco de ternura

Aprendi que pode
Um beijo ser
Mais doce e mais profundo
Que posso ir-me amanhã
Mesmo deste mundo


As coisas boas
Eu contigo já vivi
E contigo aprendi

Que eu nasci
No dia em que te conheci.



Composição: Armando Manzanero

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011



"A vida é mais simples do que a gente pensa; basta aceitar o impossível, dispensar o indispensável e suportar o intolerável."

                                                                                       (Kathleen Norris)



Apesar dos nossos defeitos, precisamos enxergar que somos pérolas únicas no teatro da vida e entender que não existem pessoas de sucesso e pessoas fracassadas. O que existem são pessoas que lutam pelos seus sonhos ou desistem deles.                              


                                                                 Augusto Cury

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Amo...



Amo teu sorriso...
Amo teus lábios... Que às vezes sem motivos sorriem...
Amo teus olhos... Que me pronunciam tantas coisas em silêncio...
Amo teus braços... Que me abrigam me faz sentir amada...
Amo tuas mãos que me conhecem tão bem...
Amo seu corpo que me aquece sem que eu precise solicitar...
Amo seu jeito de ser...
O olhar cúmplice e carinhoso... O sorriso meigo e amigo...
O valor que dá as pequenas coisas...
Enfim amo você... Você se torna para mim tão importante como o ar que respiro...
A força que não tenho só encontro em você...
Amo você... Pois faz parte do meu ser... Da minha vida!!!
Amo-te!!!

 
K. M.


A verdade pode machucar por um momento...
 Porém a mentira, ah!  A mentira...
Essa sim provoca inexoráveis feridas, que nem o tempo é capaz de cicatrizar...

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Não Sei Quantas Almas Tenho




 Não sei quantas almas tenho.
Cada momento mudei.
Continuamente me estranho.
Nunca me vi nem acabei.
De tanto ser, só tenho alma.
Quem tem alma não a tem calma.

Quem vê é só o que vê,
Quem sente não é quem é,
Atento ao que sou e vejo,
Torno-me eles e não eu.
Cada meu sonho ou desejo
É do que nasce e não meu.

Sou minha própria paisagem;
Assisto à minha passagem,
Diverso, móbil e só,
Não sei sentir-me onde estou.

Por isso, alheio, vou lendo
Como páginas, meu ser.
O que segue não prevendo,
O que passou a esquecer.

Noto à margem do que li
O que julguei que senti.
Releio e digo: “Fui eu?”
Deus sabe, porque o escreveu.
                                                                            

                                                   (Fernando Pessoa)

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Inconfesso Desejo




Queria ter coragem
Para falar deste segredo
Queria poder declarar ao mundo
Este amor
Não me falta vontade
Não me falta desejo
Você é minha vontade
Meu maior desejo
Queria poder gritar
Esta loucura saudável
Que é estar em teus braços
Perdido pelos teus beijos
Sentindo-me louco de desejo
Queria recitar versos
Cantar aos quatros ventos
As palavras que brotam
Você é a inspiração
Minha motivação
Queria falar dos sonhos
Dizer os meus secretos desejos
Que é largar tudo
Para viver com você
Este inconfesso desejo

         (Carlos Drummond de Andrade)
                                            


...Saudade é amar um passado que ainda não passou,
É recusar um presente que nos machuca,
É não ver o futuro que nos convida...
                              
                                                                Pablo Neruda

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011



"Estou com saudade de mim. Ando pouco recolhida, atendendo demais ao telefone, escrevo depressa, vivo depressa. Onde está eu?
Preciso fazer um retiro espiritual e encontrar-me enfim -enfim, mas que medo - de mim mesma."

                                                    Clarice Lispector

domingo, 20 de fevereiro de 2011





"Não procures a verdade fora de ti, ela está em ti, em teu ser. Não procures o conhecimento fora de ti, ele te aguarda em tua fé interior. Não procures a paz fora de ti, ela está instalada em teu coração. Não procures a felicidade fora de ti, ela habita em ti desde a eternidade."

                                                                                                                             (Mestre Khane)




Há momentos na vida em que sentimos tanto a falta de alguém que o que mais queremos é tirar essa pessoa de nossos sonhos e abraçá-la.

                                                                                                     Clarice Lispector

Metade






Que a força do medo que tenho
Não me impeça de ver o que anseio

Que a morte de tudo em que acredito
Não me tape os ouvidos e a boca
Porque metade de mim é o que eu grito
Mas a outra metade é silêncio.


Que a música que ouço ao longe
Seja linda ainda que tristeza
Que a mulher que eu amo seja pra sempre amada
Mesmo que distante
Porque metade de mim é partida
Mas a outra metade é saudade.


Que as palavras que eu falo
Não sejam ouvidas como prece e nem repetidas com fervor
Apenas respeitadas
Como a única coisa que resta a um homem inundado de sentimentos
Porque metade de mim é o que ouço
Mas a outra metade é o que calo.


Que essa minha vontade de ir embora
Se transforme na calma e na paz que eu mereço
Que essa tensão que me corrói por dentro
Seja um dia recompensada
Porque metade de mim é o que eu penso mas a outra metade é um vulcão.


Que o medo da solidão se afaste,
 e que o convívio comigo mesmo se torne ao menos suportável.

Que o espelho reflita em meu rosto um doce sorriso
Que eu me lembro ter dado na infância
Por que metade de mim é a lembrança do que fui
A outra metade eu não sei.


Que não seja preciso mais do que uma simples alegria
Pra me fazer aquietar o espírito
E que o teu silêncio me fale cada vez mais
Porque metade de mim é abrigo
Mas a outra metade é cansaço.


Que a arte nos aponte uma resposta
Mesmo que ela não saiba
E que ninguém a tente complicar
Porque é preciso simplicidade pra fazê-la florescer
Porque metade de mim é platéia
E a outra metade é canção.


E que a minha loucura seja perdoada
Porque metade de mim é amor
E a outra metade também.


                   Interpretação e Composição: Oswaldo Montenegro



Ajude sempre. Não tema.
Jamais desespere. Ore confiante.
Fale pouco. Pense muito. Medite mais.
Não se queixe. Faça luz.
Revele calma. Respeite tudo.
Lembre-se de que o mal não merece comentário em momento algum.
                                                                                         Chico Xavier

sábado, 19 de fevereiro de 2011





Até parece que a vida é um jogo de labirinto
Com seu caminho confuso e todo espelhado
Quando se pensa ter descoberto a saída
Mais entramos numa trajetória árdua
Será a vida um esplêndido jardim emaranhado?
Mas que estrada enredada!!
E tudo é um presente altamente indecifrável
Resta então aprender o que nem sempre é ensinado
Fazer da vida o simples, vencer o que é complicado
Usar do amor para tudo no bem ser transformado.

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011




O amor é tão mais fatal do que eu havia pensado,
o amor é tão mais inerente quanto a própria carência,
e nós somos garantidos por uma necessidade
que se renovará continuamente.
O amor já está, está sempre.
Falta apenas o golpe da graça - que se chama paixão.
        



                                                             Clarice Lispector

BOA-VONTADE




Boa-vontade descobre trabalho.
Trabalho opera a renovação.
Renovação encontra o bem.
O bem revela o espírito de serviço.
O espírito de serviço alcança a compreensão.
A compreensão ganha humildade.
A humildade conquista o amor.
O amor gera a renúncia.
A renúncia atinge a luz.
A luz realiza o aprimoramento próprio.
O aprimoramento próprio santifica o homem.
O homem santificado converte o mundo para Deus.
Caminhando prudentemente, pela simples boa-vontade a criatura alcançará o Divino
Reino da Luz.


                                                                                         EMMANUEL
(Pão Nosso, 66, F. C. Xavier, FEB)

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011




"(...) é preciso que você venha nesse exato momento. Abandone os antes. Chame do que quiser. Mas venha. Quero dividir meus erros, loucuras, beijos, chocolates... Apague minhas interrogações. Por que estamos tão perto e tão longe? Quero acabar com as leis da física, dois corpos ocuparem o mesmo lugar! Não nego. Tenho um grande medo de ser sozinha. Não sou pedaço. Mas não me basto."

                                                              Caio Fernando Abreu



A loucura é diagnosticada pelos sãos, que não se submetem a diagnóstico. Há um limite em que a razão deixa de ser razão, e a loucura ainda é razoável. Somos lúcidos na medida em que perdemos a riqueza da imaginação.


                                     Carlos Drummond de Andrade

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011



Se tens um coração de ferro, bom proveito.
O meu, fizeram-no de carne, e sangra todo dia.

                                                      José Saramago

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011




"Talvez não tenhamos conseguido fazer o melhor, mas lutamos para que o melhor fosse feito. Não somos o que deveríamos ser, não somos o que iremos ser.. mas Graças a Deus, não somos o que éramos."

                                                            Martin Luther King

Vento No Litoral


De tarde quero descansar
Chegar até a praia e ver
Se o vento ainda esta forte
E vai ser bom subir nas pedras


Sei que faço isso pra esquecer
Eu deixo a onda me acertar
E o vento vai levando
Tudo embora...


Agora está tão longe
ver a linha do horizonte me distrai
Dos nossos planos é que tenho mais saudade
Quando olhávamos juntos
Na mesma direção
Aonde está você agora
Alem de aqui dentro de mim...


Agimos certo sem querer
Foi só o tempo que errou
Vai ser difícil sem você
Porque você esta comigo
O tempo todo
E quando vejo o mar
Existe algo que diz
Que a vida continua
E se entregar é uma bobagem...


Já que você não está aqui
O que posso fazer
É cuidar de mim
Quero ser feliz ao menos,
Lembra que o plano
Era ficarmos bem...


Eieieieiei!
Olha só o que eu achei
Humrun
Cavalos-marinhos...

Sei que faço isso
Pra esquecer
Eu deixo a onda me acertar
E o vento vai levando
Tudo embora...



Legião Urbana  Composição: Renato Russo



"Eu quero me divertir. Eu quero brilhar como o sol. Eu quero ser o que você quer ver. Eu quero tricotar um suéter. Eu quero lhe escrever uma carta de amor. Eu quero fazê-lo sentir-se bem. Eu quero fazê-lo sentir-se livre.”

                                                                                              Joni Mitchell

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Dias e noites de solidão



São assim meus dias sem você...
As horas não passam é como se o relógio permanecesse imóvel no
tempo.
Tudo passa lentamente nada parece fazer sentido.
 Dias que não findam noites frias de solidão...
Falta-me a paz do seu sorriso... Tanto tempo faz...
Eu tento te esquecer...
Quem pode me entender?



K. M.


Aquarela



E o futuro é uma astronave
Que tentamos pilotar
Não tem tempo, nem piedade
Nem tem hora de chegar
Sem pedir licença
Muda a nossa vida
E depois convida
A rir ou chorar...

Nessa estrada não nos cabe
Conhecer ou ver o que virá
O fim dela ninguém sabe
Bem ao certo onde vai dar
Vamos todos
Numa linda passarela
De uma aquarela
Que um dia enfim
Descolorirá...


           Toquinho
               Composição: Toquinho / Vinicius de Moraes / G.Morra / M.Fabrizio



É quase impossível evitar o excesso de amor que um bobo provoca. É que só o bobo é capaz de excesso de amor. E só o amor faz o bobo.

                                                                                        Clarice Lispector


"Palavras são como o vento, as positivas refrescam a alma; as negativas fazem da nossa vida uma tempestade.
                            
                             (Fernando Lapolli)

sábado, 12 de fevereiro de 2011

"Corra mais rápido, chegue ao sucesso e tente ser feliz. Ou melhor, ande devagar faça tudo e seja feliz. Tudo tem seu tempo."
 
(Fernando Lapolli)


Ninguém é igual a ninguém. Todo ser humano é um estranho ímpar.

       Carlos Drummond de Andrade

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Do Amor




O amor, eu não conheço.
E é exatamente por isso que o desejo e me jogo do seu abismo,
me aventurando ao seu encontro.
A vida só existe quando o amor a navega.
Morrer de amor é a substância de que a Vida é feita.
Ou melhor, só se Vive no amor.
E a língua do amor é a língua que eu falo e escuto.


                                        Paulinho Moska

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011


Mesmo que as pessoas mudem e suas vidas se reorganizem, os amigos devem ser amigos para sempre, mesmo que não tenham nada em comum, somente compartilhar as mesmas recordações.
Vinícius de Moraes

Pipoca e risos e choro e suspiros...


Fica aqui uma deliciosa dica, com a qual lhes presenteio amigos.
Quando todas as coisas estiverem dando errado em suas vidas, quando aquilo que programou acabou de ser cancelado, não fique triste, não se irrite, respire fundo e faça o que eu gosto de chamar de desvio de atenção realizável em três passos: faça um balde de pipoca (ou uma panela de brigadeiro, meu preferido), sentem-se relaxadamente no sofá e apertem o “PLAY” no controle remoto. É amigos assistam filmes quando nada mais parecer dar certo. Suspire, chore ou ria da ficção nos filmes, da vida dramática ou cômica das ilustres desconhecidas personagens e esqueça seus problemas.
E com o poema abaixo, eu faço a indicação de um filme que eu adoro. Sim, é um filme brasileiro. Sei que alguns têm pré-conceito com o cinema nacional, mas a partir do momento em que mergulharem neste, vocês ficarão fascinados é muito bom. Falo do filme “O homem que copiava”, e quem já assistiu se lembrará do poema. Quem ainda não o viu, veja e volte pra contar o que achou.
Beijos, e bom filme! Prestigiemos o cinema nacional!

Quando a hora dobra em triste e tardo toque
E em noite horrenda vejo escoar-se o dia,
Quando vejo esvair-se a violeta, ou que
A prata a preta tempora assedia;

Quando vejo sem folha o tronco antigo
Que ao rebanho estendia a sobra franca
E em feixe atado agora o vejo trigo
Seguir o carro, a barba hirsuta e branca;

Sobre tua beleza então questiono
Que há de sofrer do Tempo a dura prova,
Pois as graças do mundo em abandono

Morrem ao ver nascer a graça nova.
Contra a foice do tempo é vão combate
Salvo a prole, que o enfrenta se te abate.
                                     William Shakespeare

Quero



Quero que todos os dias do ano
todos os dias da vida
de meia em meia hora
de 5 em 5 minutos
me digas: Eu te amo.
Ouvindo-te dizer: Eu te amo,
creio, no momento, que sou amado.
No momento anterior
e no seguinte,
como sabê-lo?

Quero que me repitas até a exaustão
que me amas que me amas que me amas.
Do contrário evapora-se a amação
pois ao não dizer: Eu te amo,
desmentes
apagas
teu amor por mim.

Exijo de ti o perene comunicado.
Não exijo senão isto,
isto sempre, isto cada vez mais.
Quero ser amado por e em tua palavra
nem sei de outra maneira a não ser esta
de reconhecer o dom amoroso,
a perfeita maneira de saber-se amado:
amor na raiz da palavra
e na sua emissão,
amor
saltando da língua nacional,
amor
feito som
vibração espacial.
No momento em que não me dizes:
Eu te amo,
inexoravelmente sei
que deixaste de amar-me,
que nunca me amastes antes.

Se não me disseres urgente repetido
Eu te amoamoamoamoamo,
verdade fulminante que acabas de desentranhar,
eu me precipito no caos,
essa coleção de objetos de não-amor.

                                  Carlos Drummond de Andrade

EU TE AMO



Ah, se já perdemos a noção da hora
Se juntos já jogamos tudo fora
Me conta agora como hei de partir

Se, ao te conhecer, dei pra sonhar, fiz tantos desvarios
Rompi com o mundo, queimei meus navios
Me diz pra onde é que inda posso ir
 
Se nós, nas travessuras das noites eternas
Já confundimos tanto as nossas pernas
Diz com que pernas eu devo seguir
 
Se entornaste a nossa sorte pelo chão
Se na bagunça do teu coração
Meu sangue errou de veia e se perdeu
 
Como, se na desordem do armário embutido
Meu paletó enlaça o teu vestido
E o meu sapato inda pisa no teu
 
Como, se nos amamos feito dois pagãos
Teus seios inda estão nas minhas mãos
Me explica com que cara eu vou sair
 


Não, acho que estás só fazendo de conta
Te dei meus olhos pra tomares conta
Agora conta como hei de partir


Composição: Antônio Carlos Jobim e Chico Buarque

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Reescreva


 
Quero gritar todos os meus pensamentos espalhados
Pois não existe outra prova de que eu existo
O futuro que eu devia ter agarrado
Se divide entre "dignidade" e "liberdade"

Quero apagar essa imagem distorcida
Pois eu conheci meu limite ali
Na imagem dessa minha confiança exagerada
Não existem datas no calendário do último ano

Apague e reescreva
Essa grande fantasia boba
A sensação inesquecível de existir

Reviva e Reescreva
A imaginação sem sentido
Se entregue de corpo e alma
À força que te guia

Me arrependo de me livrar
de todos os meus sentimentos
Depois de perceber que eu não sou nada, eu choro
Um coração triste
Uma mentira

Apague e reescreva
Essa grande fantasia boba
A sensação inesquecível de existir

Reviva e Reescreva
A imaginação sem sentido
Se entregue de corpo e alma
À força que te guia
 

 Rewrite- (tradução)

Asian Kung-Fu Genereition
 
Composição: Gotou Masufumi



Sou egoísta, impaciente e um pouco insegura. Cometo erros, sou um pouco fora do controle e às vezes difícil de lidar, mas se você não sabe lidar com o meu pior, então com certeza, você não merece o meu melhor!

                                                             Marilyn Monroe

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011


E uma pessoa interroga-se: mas então onde estão os teus sonhos? E sacode a cabeça dizendo: como os anos passam depressa!... E novamente nos interrogamos: mas o que fizeste tu dos teus anos? Onde foste enterrar o teu tempo mais precioso? Viveste verdadeiramente? Sim ou não? Repara, dizemos para nós mesmos, repara como o mundo arrefeceu. Passarão ainda mais anos e, com eles, virá a triste solidão, virá com a sua bengala a vacilante velhice e, após eles, o tédio e o desespero. O teu mundo fantástico empalidecerá; os teus sonhos morrerão, fenecerão, cairão como as folhas mortas caem das árvores... Oh!, Nastenka, como será triste ficar só, completamente só, e não ter absolutamente nada a lamentar, nada de nada..., pois tudo o que se perdeu, tudo isso junto, não significa nada, é um zero estúpido e perfeito, tudo não terá passado de um sonho!
(O sonhador - Noites Brancas, F. Dostoiéviski)